Pular para o conteúdo principal

Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência

(off: parece que a pauta deste blog está mesmo em alta.) Ontem, 11 de fevereiro de 2016, foi instituído o/como o/ Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência. Para celebrar a data, vários sites feministas estão publicando artigos sobre mulheres nas ciências.

fonte da imagem (12.02.2016)

À parte disso, que deixo para outra publicação, vou falar um pouco sobre o documento que foi publicado institucionalizando este dia, que reafirma algumas resoluções e reconhece outros fatores.

O objetivo geral é cumprir um plano de erradicação da pobreza em todas as dimensões, inclusive a pobreza extrema até 2030. Presume-se que isso não será possível se não houver a participação de mais cientistas na área. Além disso, as mulheres correspondem metade da população mundial e precisam ser encorajadas a participar das ciências. Neste caso, não só as mulheres, como também as meninas.

É interessante essa ressalva na participação das "meninas" - inclusive na institucionalização do nome - afinal, as meninas de hoje serão as mulheres de amanhã. E, tendo em vista que uma recente pesquisa demonstrou que professores de matemática dão maiores notas para garotas quando não sabem que são garotas, vemos que é pertinente essa nota.

A institucionalização começa como um papel burocrático e termina com um convite, que se fosse um pouco mais direto, poderia ser, até mesmo, um manifesto:

(2) Invites all Member States, all organizations and bodies of the United Nations system  and  other  international  and  regional  organizations,  the  private  sector  and academia,  as  well  as  civil  society,  including  non-governmental  organizations  and individuals,  to  observe  the  International  Day  of  Women  and  Girls  in  Science  in  an appropriate manner, including through education and public awareness-raising activities, in order to promote the full and equal participation of women and girls in education, training,  employment  and  decision-making  processes  in  the  sciences,  eliminate  all discrimination against women, including in the field of education and employment, and overcome legal, economic, social and cultural barriers thereto by, interalia, encouraging the  development  of  science  education  policies  and programming,  including  school curricula, as appropriate, to encourage greater participation of women and girls, promote career development for women
in science and recognize the achievements of women in science.



Por outro lado, o ponto (3) coloca que a UNESCO deverá trabalhar conjuntamente para facilitar a implementação do dia em colaboração com as organizações relevantes que já estão envolvidas na promoção de mulheres e meninas na ciência; e (4) que o custo de todas as atividades para a implementação da presente resolução deverá acontecer através de contribuições voluntárias.

É claro que a institucionalização de uma data pode contribuir para o crescimento de investimentos na área. Eu, particularmente, ainda acho pouco efetivo e tenho minhas contraditórias dúvidas sobre a implementação deste plano. Na verdade, espero que os esforços ultrapassem as brochuras e alcancem a sociedade.

A playlist deste texto:



Ver também: laboratório também é lugar de mulher;
entrevista com Isabelle Stengers e Vinciane Despret.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

discussões da sociologia e psicologia #resumo

No centro destes capítulos estão:

Lazarsfeld (sociologia)
Lewin (psicologia)

Seguindo os ânimos do capítulo anterior, senti que Heims continuou mostrando sua posição política nestes últimos capítulo - sutilmente. Ao iniciar o capítulo 8 com a frase "cybernetic ideas can be applied in the most diverse ideological context" ele anuncia o que está por vir.

Os dois capítulos, assim como os anteriores, são separados por grupos de elite, que geralmente variam com temas focados em dois participantes com outros como satélites.

No primeiro (8), temos um panorama geral das situações políticas nos Estados Unidos, os esforços, já anunciados, de intervenção governamentas dentro da produção acadêmica, levando, em alguns casos, à paralização da atividade acadêmica. Enquanto os encontro Macy não se abriam para as pessoas que pesquisam em torno de soluções para os problemas sociais relacionados ao racismo, ao anticomunismo, entre outros, houve uma discreta migração de pesquisadores que inco…

recomendados: Donnie Darko #filme

Assista Donnie Darko (tem no netflix!), enigmático e com uma trilha sonora perfeita. (texto raso e com spoilers)



Quando aos dezesseis assisti Donnie Darko pela primeira vez, cheia de marra, deixei de aproveitar os momentos brilhantes deste filme de 2001. A trama do filme, na verdade, gira em torno de um livro que se chama A filosofia da viagem no tempo, de Roberta Sparrow (este link explica bem a analogia do livro no filme). A ideia de viagem no tempo nos parece tão absurda que por vezes, até mesmo por haver essa sugestão, é possível achar que se está assistindo uma viagem esquizofrênica do jovem Donald.

A autora do livro, Roberta Sparrow, é representada no filme como a Vovó morte (Gradma Death). Uma senhora de 101 anos que, permanentemente, vai e volta para sua caixa de correios verificar se recebeu uma correspondência - a teoria apresentada é que ela espera uma carta de alguém que fez a viagem no tempo. Assim como esperado, também, no prefácio de seu livro:

Se eu ainda estiver viva …

A revolução vai acontecer na periferia - histórias e experiências do CCS em Vila Isabel

Apresento a vocês o vídeo "Histórias do Centro de Cultura Social - Vila Isabel (RJ)". Esse vídeo é uma edição de entrevistas realizadas para escrever o artigo de final de curso "A revolução vai acontecer na periferia - histórias e experiências do CCS em Vila Isabel", apresentado ao professor Henrique Cukierman, na disciplina de "Tópicos Especiais em Ciência-Tecnologia-Sociedade", do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e Técnicas e Epistemologia.

Não sou profissional em edição ou gravação de vídeos, por isso peço que relevem a qualidade dos cortes e das gravações desfocadas.

As músicas foram baixadas pela internet e estão disponíveis pelos próprios criadores das mesmas:
FAQ (hip hop instrumental mix) - SoUnDWaVeS
Salva a humanidade - Tom Zé

Entrevistas:
Davi Rodrigues
Maurilio Rodrigues
Beatrice Catarine

Observação: a propaganda que aparece no vídeo é enviada pela gravadora do Tom Zé, porque utilizo um trecho de uma de suas músicas. Não monetizo em …