Pular para o conteúdo principal

BUENOS AIRES #seguepasseio

Sei que já existem muitos guias pela internet com as informações necessárias para quem quer viajar. E é com base neles que escrevo aqui algumas dicas para uma viagem tranquila e econômica para Buenos Aires.

Ano passado havia viajado sem fazer as pesquisas necessárias, reservei um hotel no Booking e não levei quase nada de dinheiro em espécie, ou seja, usei o cartão de crédito e débito durante toda a viagem, o que a tornou muito mais cara do que deveria ser.

Desta vez fiz diferente. Fui com 800 reais contados para dez dias na cidade portenha. Reservei um apartamento com mais dois amigos e a viagem foi muito mais econômica.

Hospedagem
Alugamos um apartamento de dois quartos no Airbnb, ficou 420 reais para cada um de nós (três) somados os IOF, já que o Airbnb cobra em dólares.
O apartamento ficava em Palermo, uma região conhecida por conter muitos bares, lojas e ser bem pertinho do centro e outros bairros. Vários passeios podem ser feitos à pé. Foi a primeira vez que usei o Airbnb e a experiência foi ótima, com certeza o farei novamente. Sei que há como alugar apartamentos ou flats por outros sites, mas esse foi muito tranquilo e conversamos direto com o anfitrião, que, além de muito disposto, nos levou para trocar os reais em pesos argentinos.

Câmbio
Nosso anfitrião avisou para que da próxima vez que formos à Argentina levemos dólar ao invés de reais. Cambiando reais por dólares no Brasil e depois refazendo o câmbio na argentina não há perda de dinheiro. Ele disse o seguinte: "para a América Latina leve dólares, para Cuba euros e para a Europa euros também!"

No Brasil, trocamos 1,00 real por 2,90 pesos argentinos, o oficial era 3,35, veja só que roubo! Mas, trocamos só a quantia necessária para não ficarmos perdidas no Aeroporto em Buenos Aires (ainda assim, há casas de câmbio no aeroporto que pagam mais que no Brasil...).

Nosso anfitrião nos levou a uma casa de câmbio que trocava 1 real por 5 pesos e 1 dólar por 13 (o oficial seriam 8,8). A maioria das pessoas faz o câmbio na Rua Florida, não é preciso andar muito para encontrar um local para trocar o dinheiro. Há pessoas oferecendo câmbio por todos os lados. É o chamado câmbio paralelo. Não trocamos lá, mas um conhecido sim. Saiba dos riscos de trocar dinheiro no mercado paralelo.

O câmbio do banco (saque em caixa eletrônico) é menor que o oficial, portanto, não vale a pena.

Táxi
Pousamos no Aeroparque, o aeroporto que fica dentro da cidade de Buenos Aires. Os táxis que ficam na porta esfolam turistas vivos, rs. O ideal é andar umas duas quadras e pegar um na rua mesmo. Para você ter uma ideia, nós pegamos esse táxi do Aeroparque e eles nos cobraram 130 pesos argentinos para nos deixar no apartamento (menos de 4 km do aeroporto) e 180 pesos de um amigo que veio no dia seguinte. Na volta, pegamos um táxi em frente ao apartamento que custou menos de 60 pesos!

Lugares para passear e Mobilidade
O transporte público é barato, mas você precisa de moedas para o ônibus ou de um cartão do transporte público que é possível comprar no metrô. O preço do ônibus varia do local para onde você vai, quem define é o cobrador, mas as moedas são depositadas diretamente em uma máquina, por isso você precisa tê-las já em trocado.

O táxi é muito barato (caso você consiga um bom câmbio).

Mas o que considero mais interessante é o deslocamento à pé. Como ficamos em Palermo, quase todos os passeios fizemos à pé tranquilamente, e podíamos parar onde achávamos interessante. A volta, se fosse muito tarde, era de táxi.

De Palermo fomos até o Palermo Viejo, Paseo Recoleta, 9 de Julho, Puerto Madero, San Telmo e meus amigos foram até o Boca/Bombonera, onde não fui pois tive que finalizar algumas coisas no apartamento. Por isso, hospede-se em um local que seja tranquilo para caminhar à noite como os bairros de Palermo ou Recoleta. :)

Há ciclovias por muitas ruas! Há também um projeto em que você deixa cópia dos seus documentos e pode usar bicicletas de graça. Tem em algumas bancas pela cidade. Se encontrar e estiver com a cópia de seu passaporte, use à vontade! Eu não usei, mas acho que um passeio de bici pode ser muito legal.

Ah, tenha sempre muita atenção. Nas duas viagens que fiz tentaram passar o troco errado, tanto em restaurantes como em táxis. Quando pegar o seu troco, conte sempre as notas na frente da pessoa. Se estiver errado, ela mesma vai te passar o dinheiro na hora que vir que você é esperto no embalo! Boa viagem!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

discussões da sociologia e psicologia #resumo

No centro destes capítulos estão:

Lazarsfeld (sociologia)
Lewin (psicologia)

Seguindo os ânimos do capítulo anterior, senti que Heims continuou mostrando sua posição política nestes últimos capítulo - sutilmente. Ao iniciar o capítulo 8 com a frase "cybernetic ideas can be applied in the most diverse ideological context" ele anuncia o que está por vir.

Os dois capítulos, assim como os anteriores, são separados por grupos de elite, que geralmente variam com temas focados em dois participantes com outros como satélites.

No primeiro (8), temos um panorama geral das situações políticas nos Estados Unidos, os esforços, já anunciados, de intervenção governamentas dentro da produção acadêmica, levando, em alguns casos, à paralização da atividade acadêmica. Enquanto os encontro Macy não se abriam para as pessoas que pesquisam em torno de soluções para os problemas sociais relacionados ao racismo, ao anticomunismo, entre outros, houve uma discreta migração de pesquisadores que inco…

A revolução vai acontecer na periferia - histórias e experiências do CCS em Vila Isabel

Apresento a vocês o vídeo "Histórias do Centro de Cultura Social - Vila Isabel (RJ)". Esse vídeo é uma edição de entrevistas realizadas para escrever o artigo de final de curso "A revolução vai acontecer na periferia - histórias e experiências do CCS em Vila Isabel", apresentado ao professor Henrique Cukierman, na disciplina de "Tópicos Especiais em Ciência-Tecnologia-Sociedade", do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e Técnicas e Epistemologia.

Não sou profissional em edição ou gravação de vídeos, por isso peço que relevem a qualidade dos cortes e das gravações desfocadas.

As músicas foram baixadas pela internet e estão disponíveis pelos próprios criadores das mesmas:
FAQ (hip hop instrumental mix) - SoUnDWaVeS
Salva a humanidade - Tom Zé

Entrevistas:
Davi Rodrigues
Maurilio Rodrigues
Beatrice Catarine

Observação: a propaganda que aparece no vídeo é enviada pela gravadora do Tom Zé, porque utilizo um trecho de uma de suas músicas. Não monetizo em …

The Cybernetics Group - #resumo

Não foi fácil encontrar imagens de Heims, inclusive, esta foi a única que encontrei. As informações pessoais também vieram de apenas dois websites, que estão linkadas nesta apresentação. De acordo com a KeyWiki, Heims fugiu da Alemanha nazista para os Estados Unidos, onde conheceu sua esposa com a qual teve uma filha, a jornalista Leila McDowell-Head que, apoiada pelo seu pai, fez parte do Partido dos Pantera Negra. Segundo Wikipedia, os Pantera Negra tinha como finalidade original da organização era patrulhar guetos negros para proteger os residentes dos atos de brutalidade da polícia. Posteriormente, os Panteras Negras tornaram-se um grupo revolucionário marxista que defendia o armamento de todos os negros, a isenção dos negros de pagamento de impostos e de todas as sanções da chamada "América Branca", a libertação de todos os negros da cadeia e o pagamento de indenizações aos negros por "séculos de exploração branca". A ala mais radical do movimento defendia a …